Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BlogSkidz

Il n'y a pas de problème, il n'y a que des professeurs Jacques Prévert | BlogSkidz is my blog for students in French Foreign Language. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate the cultural curiosity of young students.

BlogSkidz

Il n'y a pas de problème, il n'y a que des professeurs Jacques Prévert | BlogSkidz is my blog for students in French Foreign Language. It aims to enhance the lessons using ICT and captivate the cultural curiosity of young students.

26
Abr24

La 25 avril, c'est quoi ? Un peu d´Histoire ? Voilà !

publié par G.S.

 

 

Ilustração: Catarina Moreira/ aka c´marie

https://www.aguasfurtadas.com/

 

Le Portugal a célébré ce 25, le demi-siècle de la révolution des Œillets, ce soulèvement militaire du 25 avril 1974 qui fit tomber le régime salazariste en place depuis 1933. Cinquante ans, ça se fête!

 

 

 

Capitaine  Fernando José Salgueiro Maia

le héros plus connu

crédit: AP/ Armando França

 

Savoir +

 

Les Portugais, et en particulier l’armée fatiguée et outrée des horreurs des guerres coloniales ont décidé de changer de cap. "On ne comprenait pas encore ce qui se passait... ". "Ce n’est que le 1er mai que nous avons enfin compris: nous étions libres ! Quelle euphorie ! On est tous descendus dans la rue pour célébrer"

 


Associação 25 Abril

 


La révolution des oeillets ?

 

Peu à peu, des milliers de Portugais sont venus dans la rue et se sont mêlé aux soldats. Au marché aux fleurs de Lisbonne, une fleuriste a tendu des œillets à plusieurs militaires qui les ont placé dans le canon de leur fusil, offrant un nom et un symbole à cette révolution globalement pacifique.

 

 

Cortège à Lisbonne le 25 avril 2024

crédit: Picasa

 

Impliquer les plus jeunes dans cet acte de mémoire:

 

A l'occasion de l’anniversaire 50 ans de cette révolution historique, la Commission gouvernementale du 25 Avril a déployé des efforts considérables pour impliquer toutes les tranches d’âge dans cet acte de mémoire, notamment les plus jeunes. 

 

 

Les jeunes dans la rue fête les 50 ans du 25 avril au Portugal

Lisbonne 2024

crédits: Yahoo News UK

 

"Nous avons lancé des campagnes sur les réseaux sociaux, très suivies par les jeunes, comme celle intitulée #YouCouldNot, qui énumérait 13 interdictions et restrictions avant la révolution, comme l'incapacité de voter librement ou de s'organiser politiquement", explique Maria Inácia Rezola, commissaire exécutif et professeur d'histoire. Ces initiatives visent à sensibiliser aux libertés désormais considérées comme acquises, mais autrefois inaccessibles.

 


 

 

crédits: Journal Público

 

Ressources: Enseignants pour des étudiants franco-portugais

 

Livres en portugais pour les jeunes éléves franco-portugais:

 

 

 

25 de Abril

No Princípio era o Verbo

Manuel S. Fonseca

ilustração Nuno Saraiva

https://www.bertrand.pt/

 

Sinopse:

 

Este livro festeja os 50 anos do dia que derrubou uma ditadura de 48 anos. O 25 de Abril, catarse e delírio, foi uma das mais impressionantes aventuras de liberdade, loucura, e inocente destrambelhamento colectivo que o modesto povo português viveu.

 

O livro peretende ser a mais despretensiosa - e divertida - testemunha. Primeiro, num preâmbulo mansinho, nocturno, visitamos e descrevemos, hora a hora, os incidentes e o suspense da noite de 24 de Abril, da madrugada e do dia 25 em que os militares de Abril derrubaram o Estado do estado a que isto chegara.

 

 

 

25 Mulheres

Raquel Costa

Ilustração NR

Oficina do Livro do Livro, 2024

https://www.fazdeconto.pt/

 

Sinopse:

 

No ano da comemoração dos 50 anos do 25 de Abril, somos convidados a conhecer as histórias de 25 MULHERES, contadas pela sua voz. Esta viagem à sociedade portuguesa do início dos anos 70, espelha as contradições da condição feminina, com as quais ainda n os debatemos hoje, meio século depois. O que mudou? Como mudou? Como nos víamos na altura? Como nos vemos agora?

 

Isolar 25 histórias é tarefa ingrata, mas fica a esperança de que as seleccionadas possam representar, de forma digna, a gloriosa diversidade da existência no feminino. Acima de tudo, fica o desejo de que este livro favoreça a curiosidade e o diálogo, quer pelo aprofundamento das raízes históricas dos relatos aqui narrados, quer pela indagação do significado contemporâneo do ser mulher. Tal co mo o caminho para a liberdade, este é um livro em permanente construção.

 

 

 

O Meu Primeiro 25 Abril

José Jorge Letria

Ilustração Helder Teixeira Peleja

https://www.bertrand.pt/

 

Sinopse:

 

O livro conta a história de um Abril muito especial que mudou a nossa História. Esse Abril, o do dia 25 e dos muitos que se lhe seguiram, pôs fim à guerra Colonial, à censura e aos muitos medos de todos os dias e todas as horas. O autor, que era jornalista e cantor, conta como viveu essas horas e esses dias com grande intensidade e emoção, aos leitores mais novos, que podem partilhá-la com os colegas de escola e com os amigos.

É uma história vivida, emocionante e única que deu a Portugal um prestígio mundial invejável. O autor desta história foi de tudo um pouco nesses dias, desde jornalista a cantor-político, ao lado de Zeca Afonso e de outros. Esta é também a história da sua emoção e alegria, que quase dava um filme. O livro conta a história e ela ganha um H maiúsculo porque se tornou mesmo História, com datas, grandes personagens e muitos sonhos para cumprir.

Este foi um Abril para nunca mais ser esquecido.

 

 

 

Almanaque Bertrand 2024-2025

nº 84

ilustração capa: André Carrilho

https://www.bertrand.pt/

 

Sinopse:

 

Esta edição assinala os 50 anos do 25 de Abril com uma capa ilustrada por André Carillho, uma entrevista à historiadora Maria Inácia Rezola e o testemunho de livreiros Bertrand sobre o pré e pós-revolução.

 

Livres en portugais pour les petits élèves franco-portugais:

 

 

 

O 25 de Abril Contado às Crianças e aos Outros

José Jorge Letria

Ilustração João Abel Manta

https://www.clubedoautor.pt/

 

Sinopse

 

«Era uma vez uma guerra.

Era uma vez uma Polícia que vigiava, censurava e prendia os Portugueses que não estavam de acordo com o regime.

Era uma vez um País de emigrantes que partiam para escaparem à pobreza, à falta de trabalho e à guerra.

Era uma vez uma organização juvenil da ditadura de Salazar, a Mocidade Portuguesa.

Era uma vez os donos de Portugal que impediam que as palavras “democracia” e “liberdade” fossem pronunciadas.

Era uma vez um dia que abalou a História.

Para que não esqueças Abril. Para que guardes sempre na memória o caminho para a conquista da Liberdade.»

 

Nota: Escrito a pensar nos pequenos e jovens leitores, nos seus pais e educadores.

 


 

25 de Abrir

O Abril que nos fez

Alexandre Honrado

ilustrações Maria João Lopes

https://www.fnac.pt/

 

Sinopse:

 

Memórias são coisas que ficam do tempo que passa. Coisas que recordamos. Há muitos anos, um dia cheio de vontade de mudar as nossas vidas ficou para vir a ser uma memória. A tua memória. A memória de todos nós. Falo do 25 de Abril do ano de 1974. Foi há muitos anos, mas o que aconteceu continua a ser tão importante, que vale a pena ir à História para contar esta história. Foi o dia de uma Revolução. Mas uma revolução em que as flores foram mais fortes que toda a força do Mundo. Sem este dia não podíamos viver a Liberdade. Nem gritar Viva a Liberdade. Foi um dia de abrir novas memórias.

 

 

 

Um Menino chamado Zeca

José Jorge letria

ilustração: Miguel Gabriel

https://www.bertrand.pt/

 

Sinopse:

 

Um Menino Chamado Zeca é uma história poética sobre um grande músico-poeta, que pode ser lida por crianças e adultos, se possível com as suas canções em fundo. A importância da obra de Zeca Afonso vai muito além da intervenção política. As canções que escreveu são uma parcela importante da cultura portuguesa do século XX. Tudo isso é dito neste livro, com as palavras do afecto e da poesia partilhada. Porque Zeca continua a cantar para todos nós, como só ele sabe.

 

 

© Composição: Maria Ghira

 

Ressources éducatives/ Recursos educativos ( en portugais)

 

  • Recursos educativos
  • #DizAbril
  • Outros (posters)

https://50anos25abril.pt/recursos/

 

La Professeure GSouto

26.04.2024

 

Licence Creative Commons

Suivez-moi

Droit de l'auteur

Licence Creative Commons
BlogSkidz de Gina Souto est mis à disposition selon les termes de la licence Creative Commons Attribution - Pas d'Utilisation Commerciale - Pas de Modification 4.0 International.
Fondé(e) sur une œuvre à https://gsouto-digitalteacher.blogspot.com/.
Les autorisations au-delà du champ de cette licence peuvent être obtenues à https://gsouto-digitalteacher.blogspot.com/.

3º Encontro Nacional e 1º Encontro Luso-Galaico de Blogs UP

encontro_blogues_porto

Twitter

Protected by Copyscape

Liens

The Digital Teacher GS

Blog dos Caloiros

Fragmentos Virtuais de uma Professora

Geração Verde

Geração Polar

Bibliothèque Nationale de France

Larousse Dictionnaires

  • Larousse Dictionnaires

Larousse Encyclopédie

Le Petit Robert

Orthonet

Le Conjugueur

112 Rubrique Éducation

Internet Sans Crainte

Safer Internet

Europe's Information Society

Cartes de France

GéoPortail

Lecture Jeunesse

  • Lecture Jeunesse

Hachette Jeunesse

Glossaire Internet

Aide et Action

Cité des Sciences

Musée d'Orsay

Musée du Louvre

Centre Georges Pompidou

Culture France

Collège Charles De Gaulle

Archive

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
  235. 2006
  236. J
  237. F
  238. M
  239. A
  240. M
  241. J
  242. J
  243. A
  244. S
  245. O
  246. N
  247. D
  248. 2005
  249. J
  250. F
  251. M
  252. A
  253. M
  254. J
  255. J
  256. A
  257. S
  258. O
  259. N
  260. D